imprimir

02/07/2019 – Três horas da madrugada, sob chuva e o frio de junho, com mais 400 km de viagem pela frente. Foi neste cenário que 85 agricultores cooperados da Cotrisal madrugaram para participar, pela manhã do dia 28 de junho do décimo primeiro dia de fábrica da Bianchini em Canoas-RS.

Os agricultores vieram dos municípios de Rondinha, Ronda Alta e Nova Boa Vista, acompanhados do gerente de grãos, Tarcísio, do gerente de comercialização, Cleunir Klahn kuster, e dos gerentes de filiais, Lucimar Guidini, Larri Tramontina, Luiz Escobar, Guidinho, de dois chefes de silo premiados por seu trabalho e do auditor Eliezer.

O evento contou, também, com presença da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul – Fetag/RS, parceira indispensável da empresa quando se fala de agricultura familiar, por meio de seu vice-presidente, Nestor Bonfante.

Devidamente orientados sobre os procedimentos de segurança e uso de EPIs, eles puderam entrar nas unidades da fábrica e conhecer todas as etapas do processo, tanto de esmagamento de soja, quanto de produção e expedição de biodiesel, além de setores adjacentes como os laboratórios de controle de qualidade, a geração de vapor, oficinas e o setor de expedição fluvial que faz o transporte de farelo de soja para o porto de Rio Grande, servindo-se da hidrovia da Lagoa dos Patos. Cada fase industrial foi explicada por um profissional da empresa responsável por aquela etapa.

Além disto, eles puderam conhecer melhor o padrão de qualidade da soja, os defeitos que podem ser reduzidos com boas práticas agrícolas e como é feita a classificação durante o recebimento.

O sr. Tarcisio, disse que considera a iniciativa muito importante porque os agricultores familiares passam a entender melhor todo o processo produtivo. E ressaltou que o Selo Combustível Social é muito importante para os agricultores da Cotrisal, pois a cooperativa tem de 80 a 90% de pequenos agricultores que passaram a ter um acesso maior devido à assistência técnica da cooperativa que foi fortalecida com o biodiesel. Ademais, o bônus é importante para o agricultor familiar. Tarcisio considera, também, que os bons preços que a soja vem obtendo nos últimos anos é devido em grande parte ao programa brasileiro de biodiesel.

A equipe da Bianchini que cada vez mais se esmera para receber os agricultores, percebeu o quanto esta iniciativa promove uma mudança de visão dos agricultores familiares e fortalece o relacionamento institucional. Por fim, a atividade foi encerrada com um saboroso churrasco na própria empresa.

O que é o dia de fábrica?

É um evento idealizado pela Bianchini e que objetiva abrir as portas da empresa para que as cooperativas parceiras e seus agricultores familiares possam conhecer todo o processo de beneficiamento de soja e de produção de biodiesel. A iniciativa faz parte das ações da empresa de fortalecimento da agricultura familiar na cadeia produtiva do biodiesel no âmbito das ações que compõem o Selo Combustível Social de que a empresa é detentora.

Fonte: Bianchini