imprimir

A bioeconomia pode ser definida como uma economia em que os pilares básicos de produção, como materiais, químicos e energia, são derivados de recursos biológicos renováveis.

Nessa “nova” economia, a agricultura tem papel central não somente na produção de alimentos, mas também na produção de novos fármacos, fibras, produtos industriais e energia.

Aproveitar todo o potencial das biomassas utilizadas como matérias-primas, do produto principal a seus resíduos, da melhor maneira possível, está na base da bioeconomia.

A transição de uma economia linear para uma economia circular, que faça uso sustentável de recursos biológicos renováveis, requer o desenvolvimento e uso intensivo de novos conhecimentos científicos e tecnológicos em diversas frentes do conhecimento como engenharia genética, biologia sintética, biotecnologia industrial, genômica, química entre outros. As novas tecnologias geradas por instituições de pesquisa e inovação como a Embrapa, contribuem para o desenvolvimento de processos com base biológica e para a transformação de recursos naturais em bens e serviços.

Para discutir este tema extremamente atual e relevante, a Embrapa Agroenergia realiza seu primeiro webinar, na próxima terça-feira (16), às 10 horas.

Neste webinar, o chefe-geral da Unidade, Dr Guy de Capdeville, irá apresentar o tema Bioeconomia, as novas tecnologias em desenvolvimento pela Embrapa Agroenergia e as oportunidades de negócios para produtores rurais e indústrias.

Capdeville destaca que a programação de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Agroenergia está em sua totalidade inserida no contexto da bioeconomia.

“Em nossos laboratórios desenvolvemos novas biomassas ou adaptamos variedades de plantas para processamento industrial além de desenvolvermos novos processos microbiológicos, enzimáticos e/ou fisico-químicos para a eficiente conversam destas matérias primas em biocombustíveis, químicos e materiais renováveis”.

O webinar será uma excelente oportunidade de discussão das potencialidades e desafios da bioeconomia. “Por isso estamos convidando empresários, produtores rurais, universitários e governo a participarem”, destaca Capdeville.

Acesse o link para assistir ao webinar

Fonte: Embrapa Aroenergia