Juiz de Fora e região darão mais um passo para contribuir com mudanças na realidade do uso de combustíveis no segmento de transportes no Brasil. Na terça-feira, 5, às 9 horas, será lançada a “Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata”, em evento a ser realizado no Premier Parc Hotel, marcando a abertura da “Semana do Meio Ambiente” na cidade. Lá, signatários de municípios da Zona da Mata e diversos parceiros assinarão o “Memorando de Entendimento” (MOU) em apoio à iniciativa. O lançamento contará com a presença de representantes de órgãos do Governo municipal, estadual e federal, embaixadas, universidades, centros de pesquisas e empresas nacionais e internacionais ligadas ao transporte.

A iniciativa visa fazer da Zona da Mata mineira a primeira região do Brasil a desenvolver cadeia integrada para produção de diesel verde e bioquerosene, direcionada ao transporte aéreo e rodoviário pesado, com utilização de fração orgânica de lixo urbano e de óleos vegetais extraídos de espécies nativas da Mata Atlântica, como é o caso da palmeira “macaúba”.

O projeto chama a atenção pela importância econômica e social, ligada à sustentabilidade, ao incluir a agricultura familiar – com a recuperação de áreas de pastagens e bacias hidrográficas degradadas, por meio do plantio da macaúba – além das associações de catadores de material reciclável e a coleta de lixo orgânico residual, que poderá promover o aumento de emprego e renda para o desenvolvimento sustentável da Zona da Mata.

Compromisso com o meio ambiente

Em razão das mudanças climáticas e da preocupação ambiental nas últimas décadas, os setores de transportes buscam medidas que contribuam para a redução do seu impacto ecológico. Nesse sentido, o desenvolvimento de combustíveis provenientes de biomassa é elemento estratégico para reduzir a dependência dos fósseis e a emissão dos gases que contribuem para o efeito estufa.

A “Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata” poderá inserir a região na bioeconomia dos combustíveis, visando atingir os “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” e das metas ambientais da “Contribuição Nacionalmente Determinada” (NDC) do Brasil, para recuperação do Bioma Mata Atlântica e consequente preservação do meio ambiente.

Programação

O evento inclui o workshop técnico “Tecnologias Inovadoras Para Produção de Diesel Verde e Bioquerosene Para o Segmento de Transporte”, nesta segunda-feira, 4, das 15 horas às 17h30, no Premier Parc Hotel, com participação de grupos de aviação, automobilístico e desenvolvedores de tecnologia de biorrefino.

5 DE JUNHO

Lançamento da “Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata”

9h15 – Abertura – Prefeito de Juiz de Fora, Antônio Almas
9h25 – Projetos regionais de sustentabilidade integrados à “Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata”
9h40 – CORSIA, RENOVABIO – Oportunidades de investimentos em biocombustíveis no âmbito da NDC brasileira
10h10 – A “Plataforma Mineira de Bioquerosene e Renováveis, um Programa de Desenvolvimento Sustentável Para Minas Gerais”
10h20 – A “Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata – Um Programa Regional de Desenvolvimento Sustentável Baseado em Biocombustíveis”
Coffee Break
10h45 – Parceria do Governo britânico com a Zona da Mata – Desenvolvimento Sustentável Regional
11h05 – Cerimônia de assinatura do “Memorando de Entendimento da Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata”
11h45 – Cerimônia de plantio da macaúba no Parque da Lajinha – uma palmeira nativa do Bioma de Mata Atlântica.

Fonte: Prefeitura de Juiz de Fora

print