AUTORES: Ronald Leite Barbosa (IFMG, ronald.leite@ifmg.edu.br), Carlos Eduardo Silva Volpato (DEG/UFLA,volpato@deg.ufla.br), Pedro Castro Neto (DEG/UFLA, edrocn@deg.ufla.br), Diego José Carvalho Alonso (DEG/UFLA, dj.ufla@gmail.com), Delorme Corrêa Júnior (DEG/UFLA, delormeminas@hotmail.com).

RESUMO: A macaúba (Acrocomia aculeata (Jacq.) é uma palmácea amplamente encontrada no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais e que seu produto economicamente mais expressivo é o fruto, principalmente devido aos óleos que produzem (30% de seu peso total). O óleo de macaúba pode ser extraído da polpa e da amêndoa do fruto. O óleo da polpa do fruto é vermelho amarelado, enquanto que o óleo da amêndoa é transparente. O óleo da amêndoa representa em torno de 15% do total de óleo da planta, rico em ácido láurico e oléico, tendo potencial para utilizações nas indústrias alimentícia, farmacêutica e cosmética.

Trabalho Apresentado no 6° Congresso da Rede Brasileira de Tecnologia de Biodiesel e 9º Congresso Brasileiro de Plantas Oleaginosas, Óleos, Gorduras e Biodiesel.

Trabalho completo: Livro 1, p. 35.


print