O Sindicato da Indústria de Biodiesel e Biocombustíveis do Rio Grande do Sul (Sindbio-RS) recebeu, nesta terça-feira (31/03), a aprovação do seu Registro Sindical para representar a Categoria Econômica das Indústrias Fabricantes de Biodiesel e Biocombustíveis, com abrangência estadual e base territorial no estado do Rio Grande do Sul.

A concessão do registro foi publicada no Diário Oficial da União de 31 de março. A entidade funciona há três anos, representando os interesses da indústria de biodiesel no estado, em questões trabalhistas, tributárias, logística, de suprimento e agricultura familiar, entre outras.

O sindicato, que trata de demandas regionais, conta com oito empresas associadas produzindo biodiesel no Rio Grande do Sul, explica Irineu Boff, presidente do Sindibio-RS.


print