18/10/2019 – No 69º Leilão de Biodiesel da ANP (L69), os distribuidores de combustíveis líquidos arremataram 1,061 bilhão de litros de biodiesel dos produtores de biodiesel, para atendimento às misturas obrigatória e voluntária.

O preço médio de negociação foi de R$ 3,075/L, sem considerar a margem da adquirente, e o valor total negociado atingiu o patamar de R$ 3,264 bilhões, refletindo num deságio médio de 5,99% quando comparado com a média ponderada dos “Preços Máximos de Referência” regionais (R$ 3,271/L).

A apresentação das ofertas de biodiesel ocorreu em um único dia (07/10), com 39 produtores disponibilizando um volume total de 1,145 bilhão de litros, sendo 97,56% de produtores detentores do selo Combustível Social.

No primeiro dia de seleção de ofertas (09/10), os distribuidores de combustíveis arremataram 1,037 bilhão de litros de biodiesel de produtores detentores do selo Combustível Social.

No segundo dia de seleção das ofertas (10/10), foram arrematados 23,9 milhões de litros de biodiesel de produtores detentores ou não de selo Combustível Social.

Os Leilões de Biodiesel destinam-se a atender o disposto na Lei nº 13.263, publicada no DOU em 24/03/16, que estabelece em 11% o percentual mínimo obrigatório de adição de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final (B11).

Ressalta-se que o 69º Leilão visa garantir o abastecimento de biodiesel no mercado nacional durante o período de 1º de novembro a 31 de dezembro de 2019, conforme os critérios estabelecidos no Edital de Leilão Público nº 006/19-ANP. Os volumes comercializados no leilão somente serão validados após homologação pela Diretoria Colegiada da ANP.

Fonte: ANP

print