AUTORES: Ronald Leite Barbosa (IFMG, ronald.leite@ifmg.edu.br), Carlos Eduardo Silva Volpato (DEG/UFLA,volpato@deg.ufla.br), Pedro Castro Neto (DEG/UFLA, pedrocn@deg.ufla.br), Jackson Antônio Barbosa(DEG/UFLA, jackson@deg.ufla.br), Fábio Moreira da Silva (DEG/UFLA, famsilva@deg.ufla.br), Diego José Carvalho Alonso (DEG/UFLA, dj.ufla@gmail.com)

RESUMO: As características de combustão e de emissões de exaustão de um motor de ignição por compressão são afetadas pelas características do spray de combustível e de atomização como também pelas propriedades do combustível. Com a atual busca por fontes alternativas de energia, a macaúba é uma das principais espécies nativas com alta potencialidade de fornecimento de óleo para a produção de biodiesel. O óleo extraído da polpa da macaúba, com maior potencial para a fabricação de biodiesel, é dominado por ácido oléico (53%) e palmítico (19%) e tem boas características para o processamento industrial (EMBRAPA AGROENERGIA, 2011). O presente trabalho teve como objetivo avaliar a potência e o torque de um motor diesel alimentado com biodiesel de óleo de macaúba.

Trabalho Apresentado no 6° Congresso da Rede Brasileira de Tecnologia de Biodiesel e 9º Congresso Brasileiro de Plantas Oleaginosas, Óleos, Gorduras e Biodiesel.

Trabalho completo: Livro 2, p. 749 

print