Reunida na última quarta-feira (11), no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a Câmara Setorial de Oleaginosas e Biodiesel (CSOB) discutiu sua agenda estratégica para os próximos cinco anos.

Para dar celeridade aos trabalhos e discussões, o presidente da CSOB, Pedro Granja (vice-presidente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene – Ubrabio), propôs a criação de três grupos de trabalho, que servirão como matrizes, otimizando a atuação do fórum.

A Ubrabio vai coordenar os trabalhos do GT Político e Estratégico; o grupo que vai tratar de Pesquisa e Inovação será liderado pela Embrapa Agroenergia e a Abiove vai conduzir os trabalhos do GT Econômico e Financeiro. O objetivo é detalhar as prioridades destes três grandes temas.

Vinculada ao MAPA, a Câmara têm por finalidade propor, apoiar e acompanhar ações para o desenvolvimento das atividades das cadeias produtivas do agronegócio brasileiro relacionadas ao Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel – PNPB, e é composta por representantes de entidades públicas e privadas.


print