A BASF, empresa associada à Ubrabio, inaugurou oficialmente sua nova fábrica de escala global para a produção de metilato de sódio nesta segunda-feira (06/02). A unidade, que fica em Guaratinguetá, interior de São Paulo, tem capacidade de 60 mil toneladas ao ano e irá suprir o mercado regional. A produção se iniciou no fim de 2011 e a fábrica está produzindo continuamente.

 

Esta é a primeira fábrica de metilato de sódio da BASF na América do Sul e a segunda no mundo, somada a uma fábrica em Ludwigshafen, na Alemanha. O investimento financeiro no projeto foi de milhões de euros.

 

De acordo com o presidente da divisão de inorgânicos da BASF, Stefano Pigozzi, os investimentos na nova fábrica têm por objetivo fortalecer a posição competitiva da empresa no mercado do biodiesel na América do Sul, que está em franco crescimento. “O início das atividades produtivas dá suporte à iniciativa estratégica de trabalhar o mais próximo possível de nossos clientes, atendendo de forma mais eficiente e com o fornecimento local de metilato de sódio”, complementa.

 

Ainda segundo Pigozzi, a fábrica é mais um passo importante na construção da estratégia da instituição em expandir a posição de liderança na América do Sul. “Este investimento está alinhado à oportunidade de crescimento do mercado de biodiesel na região. E, como anunciado no ano passado, planejamos construir a segunda fábrica na América do Sul, acompanhando o crescimento do biodiesel na região”, complementa Alfred Hackenberger, presidente da BASF América do Sul.

 

Metilato de sódio é um catalisador eficiente e confiável para a produção de biodiesel, que se tornou uma alternativa importante e em evolução para combustíveis a base de diesel nos últimos anos. O biodiesel cumpre com as exigências de fabricantes de motores para combustíveis de alta qualidade. A legislação brasileira exige que o combustível contenha 5% de biodiesel.

 

Por Comunicação Social Ubrabio

Com informações da BASF.


print