imprimir

A Petrobras Biocombustível, subsidiária da Petrobras (PETR3; PETR4), assinou um acordo com o governo de Minas Gerais para ampliar a produção de biodiesel no Brasil, informou a companhia nesta quinta-feira (26). O protocolo assinado por Antonio Anastasia, governador do estado, e Miguel Rossetto, presidente da subsidiária, prevê investimentos de R$ 28 milhões na Usina de Montes Claros.

Assim a usina no norte de Minas teria sua capacidade ampliada em até 40% a produção do biocombustível – passando de 108,6 milhões de litros para 152 milhões de litros por ano. O protocolo prevê o incremento de participação de agricultores familiares na cadeia do biodiesel, com a ampliação dos atuais 3.200 para 4.500 pequenos produtores até 2014 e a criação de 27 novos postos de emprego. Em contra-partida, o governo de Minas Gerais incentivará o consumo de biodiesel no estado – atualmente o segundo maior consumidor.

“O biocombustível é um segmento em que nós estamos sempre avançando e a tendência do mundo é seguir essa trilha. Não só tecnologicamente vão se criando inovações, como também o mercado as aceita muito bem”, destacou Anastasia.