Faleceu na madrugada desta terça-feira (13), em Fortaleza, o engenheiro químico responsável pelo desenvolvimento do biodiesel, Expedito José de Sá Parente.

Considerado um dos grandes precursores do biodiesel, Expedito faleceu aos 70 anos, em decorrência de complicações resultantes de uma cirurgia para tratar de diverticulite.

O corpo está sendo velado na capital cearense e, amanhã, será cremado no município de Eusébio (CE).

Desenvolvimento do biodiesel – Expedito Parente foi responsável pela primeira patente mundial da produção de biodiesel por meio da transesterificação, a partir de plantas oleaginosas.

A tecnologia, pesquisada pelo cearense de modo pioneiro no final da década de 70 e patenteada nos anos 80, rendeu a seu idealizador o reconhecimento da Organização das Nações Unidas, do governo norte-americano, de empresas como a Boeing e agências como a Nasa.

Parente também foi o criador do bioquerosene.

O presidente-executivo da União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio), Odacir Klein, lamentou com pesar a notícia e afirmou “O professor Expedito Parente sempre me impressionou por seu idealismo e entusiasmo que defendia o uso do biodiesel. Foi criador, estimulador e implantador”, completou. A Ubrabio externa os mais sinceros sentimentos aos familiares e amigos.

print