Caças F-16 da Força Aérea da Holanda (RNLAF), sediados na Base Aérea de Leeuwarden, passaram a voar com biocombustível no dia 14 de janeiro, segundo anúncio do Ministério da Defesa holandês (MoD) em seu site.

O ministério disse que a base recebeu 400 mil litros de bioquerosene feito com de óleo de cozinha reciclado, durante a semana de 14 de janeiro.

O biocombustível é produzido pela empresa americana World Energy, que o MoD holandês afirma ser o único produtor do mundo, fornecido pela SkyNRG e Shell Aviation, apoiado pela Dutch Defense Materiel Organisation e pelo Defense Fuel and Supply Service.

Fonte: IHS Jane’s

print