O Brasil tem duas opções para suprir a demanda crescente por combustíveis: importar ou aproveitar a capacidade industrial para produzir biocombustíveis internamente. Com o objetivo de reconhecer o papel que os biocombustíveis podem desempenhar na matriz energética nacional, o Ministério de Minas e Energia lançou o RenovaBio. A proposta tem como pontos centrais e eficiência energética e a descarbonização da economia. Este é o tema de mais uma edição da série Ubrabio Comenta. Confira.

Leia também

Biocombustíveis devem atrair mais investimentos na próxima década

RenovaBio: reconhecimento e previsibilidade para os biocombustíveis

Setor de biodiesel busca apoio no governo para investimentos de R$22 bi até 2030


print