imprimir

O presidente da FPB, deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), lembrou que o segmento esteve com Lobão no início do mês de abril e saiu com o compromisso de que a proposta seria encaminhada ao Congresso Nacional.

“Naquela ocasião, ouvimos do governo que, do ponto de vista técnico, o marco regulatório está pronto, dependendo apenas de uma decisão política para ser encaminhado ao Legislativo para votação”, destacou Jerônimo. O parlamentar disse ainda que o ministro chamaria os empresários para apresentar a íntegra do texto assim que fossem concluídas as tratativas políticas dentro do governo, o que ainda não aconteceu.

O setor espera que ogoverno defina a ampliação da adição de biodiesel ao diesel, dos atuais 5% para 7%. A legislação em vigor previa que até 2013 o Brasil deveria misturar 5% de biodiesel ao diesel, mas esse percentual de mistura está sendo feito desde 2010.

“Por isso, precisamos saber o comportamento da produção de biodiesel daqui para frente. Do contrário, analisaremos outras ações caso não tenhamos avanços nessa reunião”, ponderou Jerônimo. O Rio Grande do Sul produz entre 35 a 40% da produção nacional de biodiesel, sendo que a maior parte está concentrada no Norte gaúcho.