No principal evento de aviação francês, que encerra domingo (23), ocorreu um voo de demonstração de um jato Airbus A321 com duas turbinas Snecma CFM56. O biocombustível utilizado foi produzido pelas empresas Amyris e Total. A aeronave voou de Tolouse a Paris em apoio à iniciativa francesa para combustíveis de aviação do futuro que busca produzir e comercializar combustíveis sustentáveis de aviação. Essa é a segunda demonstração pública do combustível desenvolvido pelas empresas, em junho do ano passado, um jato Embraer E195 voou com combustíveis produzidos a partir da cana no Brasil.

A primeira demonstração na Europa é um passo importante para obter a certificação da ASTM (American Society for Testing and Materials) o que pavimenta o caminho para a comercialização do combustível de aviação, afirmou o presidente da Amyris John Melo. Philippe Boisseau, presidente de Serviços e Marketing e Novas Energias da Total, também se mostrou confiante de oferecer a solução em escala para o setor de aviação ainda nos próximos anos, ajudando o setor a alcançar a meta de redução prevista para 2050.


print