imprimir

O Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA, divulgou nesta terça-feira, 15/02, duas concessões e uma suspensão do Selo Combustível Social. Segundo a nota, a ADM de Rondonópolis/MT perdeu o selo e não poderá participar do 1º lote do leilão que acontece a partir desta quarta-feira, 16/02. A decisão sobre a retirada do selo já havia sido tomada desde o dia 30/11, mas só foi publicada agora. A empresa ficará sem o selo por um ano contado da data de hoje.

De acordo com o MDA, a avaliação é realizada e fundamentada nos seguintes critérios: percentual mínimo de aquisições de matéria prima de agricultores familiares, realização de contratos prévios com a anuência da entidade representativa da agricultura familiar, e prestação de assistência técnica de qualidade aos agricultores familiares.

Já a Camera/RS e a Delta/MS receberam o benefício e estão aptas a participar do pregão. Essas publicações devem alterar as estratégias das usinas no leilão. A medida tira do lote 1, que representa 80% de todo o volume negociado, uma oferta de 68,76 milhões de litros da ADM e coloca 50,4 milhões no lugar, sendo 28,8 da Camera e 21,6 da Delta.

 

Assessoria de Comunicação Social
União Brasileira do Biodiesel – Ubrabio