08/01/2020 – A mistura de biodiesel no diesel comercializado no País passa a ser de, no mínimo, 12% a partir de março. O porcentual foi confirmado no edital do primeiro leilão de 2020 para aquisição de biodiesel publicado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No leilão anterior, o porcentual mínimo obrigatório era de 11%.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, havia confirmado em outubro o aumento da mistura “no início de 2020”.

Ele afirmou que o setor deve receber investimentos de R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões nos próximos anos para atender a demanda pelo biocombustível.

O plano é que a mistura mínima suba 1 ponto porcentual por ano até chegar, em 2023, aos 15%.

Fonte: Estadão Conteúdo

print