imprimir

O RenovaBio antecipou-se para reduzir os efeitos colaterais do desmatamento no Brasil, nos últimos anos. Entre eles, o aumento das emissões de gás carbônico.

Neste momento em que a mídia está voltando os holofotes para a Amazônia, sem considerar os outros biomas, como o Cerrado, deixa de lado também uma política de Estado que valoriza a agricultura de baixo carbono e não permite aquisição de matérias-primas de áreas desmatadas recentemente.

O RenovaBio é um modelo de política que coloca o Brasil na vanguarda do consumo sustentável de combustíveis. No caso do biodiesel, o uso desse combustível limpo entre 2008 e 2019 já ajudou a reduzir em emissões de gás carbônico o equivalente ao plantio de 511 milhões de árvores. Isso equivale a uma área maior que o Estado de Alagoas.

É preciso perceber que diferentemente do que está sendo alardeado mundo afora, o Brasil demonstra que desenvolvimento econômico e ambiental podem caminhar juntos. Esta é uma pauta positiva que precisa ser divulgada!