imprimir

SÃO PAULO (Reuters) – O ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, nomeou para a secretaria de Energia Elétrica da pasta um ex-executivo do grupo norte-americano AES, Ricardo Cyrino, segundo publicação no Diário Oficial desta terça-feira, concluindo assim a formação de sua equipe de secretários.

Cyrino, que tem mais de 30 anos de experiência no mercado de energia elétrica e já passou também pela gestora Pátria Investimentos e pela CPFL Energia, junta-se a uma equipe formada principalmente por profissionais que já atuavam no ministério.

A secretária-executiva, Marisete Pereira, está na pasta desde 2005 e chefiava a assessoria econômica antes de ser escolhida para o posto. Ela ainda trabalhou de 1987 a 2005 na Eletrosul, subsidiária da Eletrobras na região Sul.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético, Reive Barros, estava na presidência da estatal Empresa de Pesquisa Energética (EPE) desde abril de 2018. Antes, foi diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e trabalhou na Chesf, empresa da Eletrobras focada na região Nordeste.

Para a secretaria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, o ministro decidiu trazer de volta Márcio Félix, ex-executivo da área internacional da estatal Petrobras que chefiou a secretaria durante parte do governo de Michel Temer, quando também chegou a ser secretário-executivo do ministério.

Já a secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral será ocupada por Alexandre Vidigal de Oliveira, juiz federal aposentado.

Além desses nomes, o ministro também nomeou como secretário-executivo-adjunto o doutor em engenharia civil Bruno Eustáquio, que atuou antes na Secretaria Especial do Programa de Parceria de Investimentos da Presidência da República; e como secretária-adjunta de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis a antes consultora jurídica da pasta de Minas e Energia, Renata Beckert Isfer.

O governo ainda publicou nesta terça-feira a nomeação de Roberto Pinheiro Klein Júnior para o cargo de chefe da Assessoria Especial de Acompanhamento de Políticas, Estratégias e Desempenho Setoriais do ministério, de acordo com o Diário Oficial.

Fonte: Reuters