O governo da Malásia está confiante na implementação do B10 (mistura de 10% biodiesel ao diesel fóssil) no país este ano, afirmou o ministro das Indústrias de Plantação e Commodities, Douglas Uggah.

Segundo Uggah, o movimento está alinhado com o compromisso do país como membro do Conselho dos Países Produtores de Óleo de Palma com a Indonésia, para aumentar o uso de óleo de palma no biodiesel.

“A Indonesia já está implementando o B15 e caminhando para chegar ao B20. Nós os informamos que vamos passar para B10, assim que possível”, confirmou aos repórteres durante uma conferência sobre os mercados de palma-de-óleo e óleos láuricos (POC 2016) realizada durante a semana passada na capital malaia de Kuala Lumpur.

Uggah explicou ainda que o ministério tem realizado amplas consultas a todas as partes interessadas para garantir a aceitação da política que será implementada.

“Ainda serão feitos alguns testes e uma discussão final para garantir que a implementação será tão suave quanto possível”, pontuou.

O ministro também disse estar confiante de que a Malásia tem instalações eficientes para efetivar a nova mistura de biodiesel, logo que possível após a tomada da decisão.

*Tradução livre

Para ler a matéria completa (em inglês) clique aqui

Leia também

Câmara aprova aumento da mistura de biodiesel no Brasil


print