imprimir

Gol estuda projeto de plataforma de bioqueresene em PEEssa semana, a Gol participou de um encontro com representantes da aviação e produtores de biocombustíveis. O intuito do evento, promovido pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas), foi fomentar parcerias visando à criação de uma plataforma de produção de bioquerosene de aviação no Estado.

Uma carta de intenções formalizando a disposição de todos os parceiros em avançar na implementação do projeto foi assinada durante o evento. Também foi criado um grupo de trabalho para definir políticas de incentivos e desoneração, além da montagem de um cronograma para viabilizar o primeiro voo com combustível verde de Recife a Fernando de Noronha.

“A iniciativa da Gol com o Governo de Pernambuco tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento de ações para a ampliação do uso de recursos renováveis. Atualmente, a companhia conta com o projeto ‘Voando Verde’, pioneiro no Brasil no uso de biocombustível na aviação que, em 2014, registrou um dos maiores avanços realizando mais de 300 voos, entre eles internacionais”, afirma em comunicado a aérea.

Noronha Carbono Neutro

A produção de bioquerosene de aviação em Pernambuco é também um dos pontos do programa Noronha Carbono Neutro, coordenado pela Semas, que pretende neutralizar as emissões de gases que causam o efeito estufa e as mudanças climáticas. O programa pretende tornar o Arquipélago de Fernando de Noronha um modelo de gestão ambiental para o mundo. Dentro dessa perspectiva, a adoção do novo combustível pelas empresas aéreas que operam na ilha será fundamental, já que esse tipo de transporte contribui com 55% das emissões totais em Noronha e 2% das emissões mundiais.