imprimir

A Embrapa Agroenergia apresenta o documento “Estratégias para o Uso da Biomassa em Química Renovável”, que trata do potencial de aproveitamento de coprodutos e resíduos das cadeias produtivas de biocombustíveis, bem como de outras cadeias agroindustriais. O pesquisador Silvio Vaz Júnior, autor da publicação, também aborda os desafios envolvidos na consolidação do uso de matérias-primas renováveis pela química.

Cada vez mais, têm ganhado destaque os conceitos de biorrefinaria e de química verde, que propõem o aproveitamento integral da biomassa de um modo sustentável. Dessa forma, tal como numa refinaria de petróleo, diversos produtos poderão ser gerados a partir de uma matéria-prima, ampliando a gama de produtos de origem renovável no mercado ao mesmo tempo em que se reduz o impacto ambiental negativo destes.

A necessidade de desenvolvimento de novas matérias-primas renováveis para a química, em substituição ao petróleo, tem sido apontada como um desafio estratégico para o século XXI. Para o autor do documento técnico, Silvio Vaz Júnior, “esse desafio deve ser superado em conjunto entre governo e iniciativa privada, o que permitirá tornar a biomassa uma alternativa viável para manter a qualidade de vida e a qualidade ambiental da sociedade brasileira”.

Exemplares impressos do documento “Estratégias para o uso de biomassa em química renovável” podem ser solicitados gratuitamente pelo e-mail sac.cnpae@embrapa.br. A publicação também está disponível online: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/item/599.