imprimir

A lista é composta por companhias consideradas social e ambientalmente responsáveis

Oito empresas brasileiras fazem parte do seleto grupo mundial das organizaçõeslíderes em sustentabilidade, segundo o Índice Dow Jones de Sustentabilidade (Dow Jones Sustainability World Index – 2013/2014). A lista do mais renomado indicador de performance financeira no Mundo foi divulgada na semana passada.

A usina de Biodiesel da Petrobras, em Quixadá, tem “Selo Combustível Social” Foto: Fabiane de Paula

A carteira do DJSI 2013/2014 tem empresas que apresentam o melhor desempenho no que diz respeito à sustentabilidade. A nova carteira dos Índices de Sustentabilidade da Bolsa de Valores de Nova York vale para os próximos 12 meses. 333 empresas de 25 países integram o DSJI World divididas em 59 ramos de indústrias.

Quanto aos critérios de escolha das empresas, a consultora em sustentabilidade da Keyassociados Isabel Santos, explica que as 2.500 maiores empresas listadas no S&P Global Broad Market Index são elegíveis ao índice Dow Jones Sustainability World Index. Segundo Santos, a metodologia “Best-in-Class” seleciona apenas 10% das empresas de cada setor, tomando como base sua pontuação relacionada às práticas em sustentabilidade, e as inclui na carteira do Dow Jones Sustainability World Index.

Conforme Santos, critérios como boas práticas em governança corporativa, gestão de risco e crise, gestão de ecoeficiência, ações relacionadas à gestão da cadeia de fornecedores, cidadania e filantropia corporativa e desenvolvimento do capital humano são consideradas na análise realizada pela RobecoSAM – união de duas instituições, a Sustainable Asset Management (SAM), consultoria suíça responsável pela elaboração do questionário e análise das respostas; e a Robeco, gestora de investimentos independentes com sede na capital da Holanda e considerada como líder global em investimentos sustentáveis.

Petrobras

A Petrobras integra pelo oitavo ano consecutivo a prestigiada relação. Nos critérios Transparência e Liberações para o Meio Ambiente a companhia obteve nota máxima, com boa avaliação também em áreas como Impacto Social nas Comunidades, Políticas e Sistemas de Gestão e Gerenciamento de Crise.

A consultora da Keyassociados destaca que a presença constante da Petrobras no Índice é sinal de que a empresa além de preservar, tem aprimorado continuamente boas práticas éticas, de governança corporativa, ambientais, sociais e econômicas. Segundo a estatal, houve, em 2012, investimentos e gastos operacionais em proteção ambiental de R$ 2,9 bilhões, o que representa um aumento de 7% em relação ao ano anterior. O montante inclui projetos de gestão ambiental e patrocínio.

A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) também está presente na lista da DSJI World. Neste ano, concorrendo com 34 outras companhias do setor Aeroespacial & Defesa, a Embraer ficou entre as quatro listadas. Também fazem parte da lista brasileira no DSJI, Banco do Brasil, Fibria, Cemig, Itaú Unibanco, Itaúsa e Bradesco.

O Itaú Unibanco foi selecionado para o Índice pelo 14º ano consecutivo, sendo o único banco latino-americano a participar da composição da DSJI desde sua criação em 1999.

Segundo a consultora Isabel Santos, as empresas brasileiras estão conquistando cada vez mais espaço no mercado, atingindo certo grau de maturidade em suas práticas relacionadas aos aspectos sociais, econômicos e ambientais.

Ela salienta, ainda, que a inserção desses aspectos nas estratégias de negócio das empresas é um processo de médio a longo prazo e a entrada e permanência das empresas no Índice são motivadores para o desenvolvimento de boas práticas, inspirando mudanças nas suas relações com seus stakeholders (público estratégico), além de demonstrar o comprometimento da companhia com a utilização de novas tecnologias e inovação em seus processos.

Santos cita, também, o novo Índice Dow Jones de Sustentabilidade para Mercados Emergentes, lançado em fevereiro deste ano, como uma oportunidade para que as empresas de mercados emergentes figurem em um índice reconhecido mundialmente, composto por companhias que se diferenciam por suas práticas ambientais, sociais e econômicas. Atualmente, 17 empresas brasileiras compõem o DJSI Emerging Markets, que neste ano conta com a presença de novas empresas – Lojas Renner, CCR, Vale e Oi.

FIQUE POR DENTRO

Indicador de performance sustentável

Criado em 1999, o Dow Jones Sustainability World Index é um indicador de performance financeira das empresas líderes em sustentabilidade em nível global. As empresas que constam deste Índice, relacionado à Bolsa de Nova York, são classificadas como as mais capazes de criar valor para os acionistas, a longo prazo, através de uma gestão dos riscos associados tanto a fatores econômicos, como ambientais e sociais.

O DJSI World é o mais importante índice mundial de sustentabilidade. A composição do Índice Dow Jones de Sustentabilidade decorre de uma avaliação feita pela RobecoSAM, união de duas instituições, a Sustainable Asset Management (SAM), consultoria suíça responsável pela elaboração do questionário e análise das respostas; e a Robeco, gestora de investimentos independentes com sede na Holanda e líder global em investimentos sustentáveis.