imprimir

O Rio Grande do Sul busca apoio do governo federal para fazer crescer a produção do biodiesel. O secretário de Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, se reuniu na quarta-feira (24) em Brasília (DF) com o presidente da Câmara Setorial de Oleaginosas e Biocombustível do Ministério da Agricultura, Odacir Klein. O objetivo é aumentar a quantidade de biodiesel de 5% para 7% na composição do óleo diesel, a fim de incentivar a produção, como mostra a reportagem do Bom Dia Rio Grande, da RBS TV (veja o vídeo).

Segundo Klein, a Câmara Setorial enviará o documento para o ministro da Agricultura, Antônio Andrade, que o encaminhará à Presidência da República. Ele declarou ainda que a expectativa é de que a reivindicação seja atendida em breve.

“Já há um estudo técnico feito dentro do governo através de um grupo de trabalho com alta seriedade que recomenda a mudança do marco regulatório com o aumento desta mistura obrigatória”, disse o presidente da Câmara Setorial de Oleaginosas e Biocombustível do Ministério da Agricultura.

De acordo com a Secretaria de Agricultura, o Rio Grande do Sul fabrica, por ano, um bilhão de litros do combustível, o que equivale a 30% da produção nacional, e é o maior produtor de biodiesel do país. Se a medida for aprovada, o estado deve aumentar a arrecadação anual de ICMS em pelo menos R$ 106 milhões.

“Quando o estado arrecada esses R$ 106 milhões, R$ 25 milhões vão direto para a conta dos municípios. Será também importante para aumentar a receita dos municípios”, defendeu Luiz Fernando Mainardi.