imprimir

Nova rota vai facilitar escoamento de grãos da região Centro-Oeste para o exterior, especialmente China e União Europeia

A diretoria do BNDES aprovou financiamento de R$ 75,9 milhões para a Companhia Norte de Navegação e Portos S/A (Cianport), com recursos, do Fundo de Marinha Mercante (FMM). O valor corresponde a 80% do investimento total, de R$ 94,6 milhões. 

O investimento apoiado pelo BNDES permitirá a utilização de uma nova rota de escoamento de grãos transportados pela Cianport da região Centro-Oeste para o exterior, especialmente China e União Européia. A empresa atuará dentro do corredor logístico intermodal, formado pela BR-163 e a hidrovia Tapajós-Amazonas.

Para tanto, serão construídos no Estaleiro Rio Negro (Erin), em Manaus (AM), dois empurradores fluviais de 3,2 mil bhp (unidade de potência usada para as embarcações fluviais), oito balsas graneleiras do tipo Box, de 2,8 mil toneladas de porte bruto (tpb), e dezesseis balsas graneleiras do tipo Racked, de 2,7 mil tpb.

O projeto ampliará a competitividade dos produtos comercializados na região, uma vez que reduzirá custos de frete e tempo de transporte em relação às atuais rotas de escoamento. A nova rota vai contribuir também para descongestionar os portos de Santos e Paranaguá, rota atual utilizada para escoamento.

Os investimentos também têm como méritos a redução do gasto com combustível — aumentando a eficiência energética do transporte e contribuindo para reduzir os desgastes das rodovias — e a menor emissão de poluentes, dado o menor consumo de combustível, consequência direta da transferência de significativa parte do trajeto do modal rodoviário para o modal hidroviário.

O projeto vai gerar empregos e renda nas cidades de Itaituba (PA) e Santana (AP) — onde serão construídas as estações de transbordo — proporcionando o desenvolvimento da economia local e o fortalecimento do setor naval na região Norte. 

Ressalta-se ainda a assimilação de novas tecnologias na construção e operação das embarcações pela mão de obra nacional e o aumento da arrecadação de tributos.


A empresa

A Cianport é uma empresa com sede em Macapá (AP), constituída para realizar transporte de grãos e derivados por meio da hidrovia Tapajós-Amazonas. Foi fundada em dezembro de 2011, por investidores nacionais (Fiagril Participações S.A. e Agro Soja Comércio e Exportações de Cereais Ltda), com experiência em comercialização e industrialização de grãos na região Centro-Oeste, em busca de alternativas para maior competitividade do agronegócio.