Os produtores americanos de biodiesel não poderão mais contar com o subsídio de US$ 1 por galão a partir do 31 de dezembro. O Congresso dos EUA entrará em recesso no próximo dia 26 de dezembro e não há mais tempo hábil para mobilizar os congressistas para a manutenção do incentivo.

“Estamos decepcionados. Essa é uma oportunidade perdida pelo Congresso mas esperamos que os congressistas aprovem a extensão do incentivo tão logo seja possível em 2012 para evitar um impacto econômico maior”, declarou a vice-presidente da Associação de Biodiesel dos EUA, Anne Steckel.

O subsídio ao biocombustível chegou a ser suspenso em 2010, quando diversas usinas do país tiveram de parar a produção, mas foi restabelecido em dezembro do mesmo ano. Em 2011, a expectativa é que a produção americana possa triplicar os 1,387 milhão de m³ do biocombustível produzidos em 2010. Apenas este ano, o governo americano já gastou mais de US$ 800 milhões no incentivo à produção do biodiesel.

Gabriel Gomes

print