Coordenadores e supervisores do Projeto Biodiesel do Instituto Agropolos do Ceará participaram da décima nona edição da Reunião Nacional de Pesquisa de Girassol e do sétimo Simpósio Nacional sobre a Cultura do Girassol, em Aracajú, na última semana. O evento promoveu uma série de palestras técnicas e científicas sobre a cultura do girassol.

Uma das apresentações foi feita pelo coordenador estadual do Projeto Biodiesel do Agropolos, Elizio Sampaio, que mostrou as ações voltadas especificamente para a cultura do girassol como matéria-prima para o biocombustível. Foram expostas as várias atividades desenvolvidas com a cultura do girassol, os consórcios com a pecuária, fruticultura e apicultura. Esse último, que une o cultivo de girassol à produção de mel, um incrementando a produtividade do outro, foi  um dos destaques da apresentação.

Mostrou-se os avanços e dificuldades com a cultura oleaginosa, além dos benefícios e rentabilidades obtidos pelos agricultores familiares do Ceará. Representantes do Ministério da Agricultura, Embrapa, Petrobras Biocombustível, UIniversidade Federal do Mato Grosso, do Rio Branco, IPA, Epamig, University of Wyoming (EUA), INTA (Argentina) e cooperativas participaram do evento.

Além dos seminários e debates, os coordenadores do Projeto Biodiesel visitaram campos de produção de girassol de cooperativas do estado de Sergipe.

print