imprimir

O Superintendente da Sudene, Paulo Fontana, e o coordenador-geral regional/NE do Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (Cetene), André Galembeck, assinaram, na última quarta-feira (05), em Recife, um termo de cooperação para viabilizar as ações do projeto “Desenvolvimento Integrado da Cadeia Produtiva de Biodiesel no Nordeste Brasileiro: Quantidade, Qualidade, Sustentabilidade”. O objetivo é abrir novas possibilidades de diversificação da matriz energética do Nordeste.

Galembeck, após o ato de assinatura, percorreu as unidades do Cetene mostrando ao Superintendente e ao Diretor de Planejamento da Sudene, Guilherme Rebouças, as novas instalações dessa Instituição.

Os estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia serão contemplados com R$ 7.036.000,00, que serão aplicados em plantios experimentais, aquisição de equipamentos e Plataforma Qualidade Biodiesel, entre outras ações a serem implementadas. A idéia é integrar todos os elos da cadeia produtiva (da produção de matérias-prima até o uso), com ações que promovam a inserção de tecnologias que tragam benefícios ao agronegócio, incluindo a agricultura familiar, agregação de valor a subprodutos da agricultura e indústria de biodiesel, alternativas para a geração de energia aliadas a reflorestamento e ampliação da matriz energética para a produção de biodiesel.

As instituições executoras do projeto, juntamente com Sudene e Cetene, são Universidade Federal de Pernambuco – UFPE (PE), Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE (PE), Universidade Federal da Paraíba UFPB (PB), Universidade Federal de Campina Grande UFCG (PB), Universidade Federal do Ceará – UFC (CE), Instituto de Tecnologia e Pesquisa – ITP (SE), Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia – SECTI (BA), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – IFBA, Paulo Afonso (BA) e Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico – SEPLANDE/AL (AL).  

O Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (CETENE) tem como missão primordial aperfeiçoar e criar novas tecnologias, facilitando o crescimento e desenvolvimento econômico do Nordeste e atendendo as demandas da sociedade. Para atingir toda a Região, Galembeck ressaltou a importância da parceria com a Sudene, cujo papel é fundamental para a articulação com todos os estados nordestinos. O diretor de Planejamento e Articulação de Políticas da Sudene, Guilherme Rebouças, ressaltou o esforço das equipes das duas instituições no sentido de viabilizar a parceria e o desenvolvimento do projeto.