A Ubrabio lamenta a decisão do governo de adiar para setembro de 2023 o cumprimento das metas individuais de compra dos CBios), que normalmente deve ser feito até dezembro do ano corrente