MOVERMenosResiduomaisenergia

O projeto M.O.V.E.R.

O M.O.V.E.R. – Meu Óleo Vira Energia Renovável é um projeto realizado pela Caesb (Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal), Embrapa Agroenergia e Ubrabio (União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene) para promover e estimular a coleta do óleo de fritura usado (OFU) no DF e transformá-lo em biodiesel, um biocombustível limpo e renovável.

Junção dos projetos Biguá – realizado pela Caesb desde 2008 para recolhimento do óleo de fritura –, e Biofrito – coordenado pela Embrapa Agroenergia com recursos da Finep para utilizar óleo residual na produção de biodiesel –, o projeto M.O.V.E.R. foi criado para conscientizar a população sobre a importância do descarte correto do óleo usado, tendo como principal objetivo a geração de biodiesel, energia limpa e renovável, a partir de um resíduo poluente causador de problemas socioeconômicos e ambientais.

Consciência e Cidadania

O descarte incorreto do óleo degrada o meio ambiente e gera impactos econômicos para o cidadão. De acordo com a Caesb, no DF são gastos cerca de R$ 500 mil todos os anos para filtrar o óleo que é descartado no ralo depois do preparo de, por exemplo, uma simples porção de batatas fritas.

Enquanto o Brasil já recicla 98% das latinhas de alumínio que utiliza, apenas 2% do óleo de fritura é reaproveitado.

Nesse cenário, a cadeia produtiva do biodiesel é uma aliada na transformação do óleo de fritura – que gera entupimento nas redes de esgoto e gastos com manutenção -, em energia limpa e renovável. Além da produção ecológica a partir de resíduos, o uso do biodiesel misturado ao diesel fóssil reduz a emissão de gases de efeito estufa (GEE).

A mistura obrigatória B7 (7% de biodiesel adicionado ao diesel fóssil), vigente em todo território nacional, evita a emissão de aproximadamente 9 milhões de toneladas de CO2/ ano, o equivalente ao plantio de cerca de 60 milhões de árvores.

Menos resíduo, mais energia!

Hoje o Brasil utiliza cerca de 30 milhões de litros de óleo de fritura para produzir biodiesel. Até 2012, esse óleo tinha uma representação inexpressiva, mas ela cresceu e, em 2013, passou a responder isoladamente por 1% da produção.

M.O.V.E.R. nas escolas: “Cientista por um dia”

Em 2014, o M.O.V.E.R. faz parte da exposição interativa “Cientista por um dia”, da Embrapa Agroenergia. A ação acontece no âmbito do projeto “Embrapa & Escola”, uma proposta desenvolvida nas 47 unidades da Embrapa em todo o Brasil para mostrar aos estudantes a importância da pesquisa e, principalmente, formar cidadãos conscientes e futuros cientistas.

A dinâmica com os alunos tem duração média de duas horas, iniciando com palestra de pesquisadores da Embrapa Agroenergia e representantes da Caesb e da Ubrabio sobre a importância do reaproveitamento do óleo de fritura usado e depois, visita à exposição onde conhecem matérias-primas e participam da produção do biodiesel.

Para participar entre em contato com o Núcleo de Comunicação Organizacional da Embrapa Agroenergia pelo e-mail [email protected], ou pelo telefone (61) 3448-1581.