Os benefícios ambientais do uso de 20% de biodiesel, o B20, no transporte público de Maricá-RJ foram apresentados pelo diretor superintendente da Ubrabio, Donizete Tokarski, durante reunião com o presidente da Empresa Pública de Transportes (EPT), Fabiano Filho , e o diretor de Planejamento e Tecnologia da EPT, Amilcar Carvalho, nessa quinta-feira (14/09).

Segundo Carvalho, a empresa pública que presta o serviço de transporte é uma autarquia da prefeitura de Maricá, que vem buscando formas de diminuir o impacto da frota que utiliza diesel fóssil. “Estamos convictos de que o biodiesel é o melhor combustível a ser utilizado”, afirmou o diretor.

Em todo o mundo, governos e empresas vêm buscando alternativas para substituição do diesel fóssil, considerado pela Organização Mundial da Saúde como causador de câncer. Em Brasília, o B20 já abastece parte dos ônibus que circulam pelo centro da cidade, passando por pontos estratégicos como Esplanada dos Ministérios, Congresso Nacional, Praça dos Três Poderes e Rodoviária do Plano Piloto.

A frota de Maricá conta com 30 ônibus para fornecer o transporte público gratuito a toda população, e a expectativa é aumentar para 38 veículos. Segundo Carvalho, além de usar o B20 nesses ônibus, a autarquia estuda, em conjunto com a Prefeitura, a adoção de combustível renovável nos demais veículos do Município. Para isso, está em contato com a distribuidora para atender a demanda.

“A prefeitura tem uma preocupação muito grande com a questão ambiental, porque o nosso maior patrimônio é a biodiversidade”, explicou.

Leia também

Ubrabio 10 Anos: B20 Metropolitano e qualidade de vida para a população

Ônibus movidos a B20 começam a circular em Brasília

Campinas estuda usar B20 para reduzir poluição


print