imprimir

O ministro de Minas e Energia informou, ontem (26/06), que ainda nesta semana deve ser publicada a resolução com as diretrizes do RenovaBio, programa de incentivo ao setor de bioenergia discutido entre o governo e o setor privado. Para ele, o programa dará mais segurança para investimentos no setor.

Durante o Ethanol Summit, promovido pela União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), Coelho Filho afirmou que a partir da resolução, será definido o formato do projeto a ser levado ao Congresso Nacional. O ministro acredita que existe um ambiente parlamentar favorável à aprovação das diretrizes do programa.

“Não tenho a menor dúvida de que uma pauta como essa, que incentiva a produção nacional, gera empregos e é simpática ao meio ambiente, vai ter apoio suficiente”, afirmou.

Eficiência energética e descarbonização

Nesta quarta-feira (28/06), o programa RenovaBio, lançado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) e aprovado pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) no início do mês, será tema de café da manhã promovido pela Frente Parlamentar Mista do Biodiesel e a Frente Parlamentar pela Valorização do Setor Sucroenergético, com apoio da Frente Parlamentar Mista da Agropecuária e da Frente Parlamentar da Indústria de Máquinas e Equipamentos.

Com o tema “RENOVABIO: eficiência energética e descarbonização”, o evento vai reunir, na Câmara dos Deputados, além de parlamentares, lideranças do setor de biocombustíveis, agentes públicos e pesquisadores para debater as contribuições que os renováveis podem oferecer à matriz energética nacional, promovendo desenvolvimento econômico e ajudando o país a cumprir as metas estabelecidas no Acordo de Paris sobre o Clima.

Leia também

RenovaBio em discussão na Câmara dos Deputados