O senador Cidinho Santos (PR-MT) mostrou grande expectativa pelo lançamento do Programa Renova Bio 2030, que promoverá a expansão da produção de biocombustíveis no país. O programa será lançado na próxima segunda-feira (25) em São Paulo pelo presidente Michel Temer e pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho.

Em discurso no Plenário nesta quarta-feira (21), Cidinho afirmou que o Brasil é o segundo maior produtor de etanol e biodiesel, mas observou que as bases do mercado ainda são frágeis. Ele informou que o programa vai estabelecer metas para reduzir a emissão de gases de efeito estufa, gerar certificado de produção de biocombustíveis, especificar novas competências institucionais para reforçar a fiscalização e controle contra fraudes e deverá criar créditos de descarbonização.

Segundo Cidinho, a implantação do programa vai requerer legislação específica por meio de medida provisória. O senador também espera que o governo antecipe a mistura do biodiesel B9 e B10, que significa misturar 9% e 10% ao diesel fóssil. A expectativa é de que a mistura do B9 aconteça em setembro de 2017 e a do B10 em março de 2018.

– O jornal Folha de São Paulo desta semana traz a informação de que no ano passado 30% da gasolina que se consumiu no país foi importada e 50% do diesel consumido no país é diesel fóssil também importado. Por que não valorizarmos mais a nossa produção de etanol com o Renova Bio, que está chegando, e também não aumentamos a mistura do biodiesel para que possamos gerar emprego e renda no nosso país, melhorando a economia e o meio ambiente? – questionou o senador.


print