Odacir Klein esteve reunido hoje com o novo ministro do Desenvolvimento Agrário. Com a saída de Pepe Vargas, Miguel Rossetto reassume a pasta que comandou entre 2003 e 2006.

O presidente da Ubrabio (União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene) Odacir Klein, reuniu-se na manhã de hoje (26) com o novo ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, para dialogar sobre pautas importantes para o setor do biodiesel.

Klein apresentou ao ministro dados de estudos elaborados – a pedido do ministro Edison Lobão (Ministério de Minas e Energia) -, sobre a viabilidade do aumento da mistura obrigatória de biodiesel ao diesel fóssil, estagnada em 5% desde 2010, e expôs ainda que, mesmo com os estudos e o parecer favorável do ministro Lobão, o setor ainda aguarda posicionamento do Ministério da Fazenda, sob o argumento de que o biodiesel seria um combustível inflacionário. (Leia o artigo O Brasil está pronto para incrementar o uso do biodiesel)

Com foco no apoio à aprovação do novo Marco Regulatório do Biodiesel, o presidente da Ubrabio argumentou que o Brasil possui 64 unidades produtoras distribuídas pelas 5 regiões e com capacidade instalada de produção de 8 bilhões de litros/ano para atender ao consumo estagnado de 3 bilhões de litros/ano, demanda gerada pela obrigatoriedade do uso do biocombustível (B5).

Dentre os benefícios do PNPB (Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel), Klein destaca que o aumento da mistura representa para o Brasil impactos positivos no PIB, ampliação dos reflexos ambientais e de saúde pública, e potencializa a inclusão produtiva da agricultura familiar no fornecimento de matérias-primas, bem como a geração de emprego e renda ao trabalhador do campo, e a oferta interna de farelo, proteína indispensável na composição de ração animal.

“Miguel Rossetto é alguém que volta para um ministério que ele conhece bem. Ele é um afeiçoado à defesa de políticas públicas para os produtores familiares. Eu estive não apenas na sua posse no Palácio, mas também na transmissão de cargo no Ministério do Desenvolvimento Agrário e senti que ele assume com o desejo de trabalhar e de resolver”, afirmou Odacir Klein em comentário ao Canal Rural no último dia 17.


print