A Embrapa Meio-Norte, através do projeto Transferência de Tecnologias e Comunicação para a Produção Sustentável do Girassol no Semiárido Brasileiro, começa este ano a incentivar e consolidar a cultura no estado do Piauí. A iniciativa visa oferecer mais uma alternativa para a produção de biocombustível.

As ações serão coordenadas de Teresina pela Embrapa, que vai organizar e disponibilizar todas as informações sobre a cultura do girassol no Nordeste. Serão implantados locais para demonstração dos sistemas produtivos, cursos, capacitação dos produtores, palestras e dias de campo.

Os municípios atendidos serão Oeiras, Simplício Mendes, São João do Piauí, Francisco de Assis e Uruçuí. A equipe técnica será formada pelos pesquisadores Francisco Brito, Danielle Azevedo, José Lopes Ribeiro e Paulo Henrique Soares e pelos analistas Pedro Henrique Rodrigues Neto, Orlane Maia e Francisco Monteiro.

O projeto surgiu na Embrapa Soja, em Londrina – PR, e ainda tem o apoio da Embrapa Tabuleiros Costeiros, Embrapa Semiárido, Embrapa Algodão, Embrapa Milho e Sorgo, espalhadas por todo o Nordeste. A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola, Instituto Agronômico de Pernambuco e a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais também participam. O projeto vai ser financiado pela Petrobras Biocombustíveis.

Por: Maria Clara Corsino.


print