O Homem está preocupado com a sustentabilidade do planeta. No entanto, a sustentabilidade envolve questões de diferentes naturezas e campos. Entre essas questões, a produção e o consumo de energia estão em debate, como uma das principais preocupações, pois envolvem também outros temas, como as mudanças climáticas. Assim, as áreas de pesquisa e de políticas públicas em todo o mundo têm se dedicado ao estudo e aplicações de energias alternativas, com especial enfoque na energia gerada a partir de produtos ou subprodutos provenientes do agronegócio, que foi denominado de Agroenergia. Portanto, mais do que ser uma fonte renovável de energia, agroenergia pode contribuir para a sustentabilidade do planeta através da utilização de resíduos da agroindústria, que inadequadamente descartados, podem ter um impacto ambiental.

Assim, o Comitê de Organização da `Conferências USP 2011`, nas áreas de Agricultura e Pecuária, realizará, entre 21 e 23 de novembro, no Anfiteatro do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN), na Cidade Universitária da USP em São Paulo, um amplo debate sobre Agroenergia. O objetivo é identificar os principais gargalos nas áreas de energia e meio ambiente. Serão realizadas discussões amplas e profundas com base no conhecimento atual, com a participação de pesquisadores da USP e outras instituições, esperando dessa forma, contribuir para a solução dos problemas apresentados.

Por essa razão foi proposto um programa que inclui pesquisadores de destaque do Brasil e de diferentes países. Sendo assim, reflexões, perspectivas e projetos e resultados de pesquisa serão apresentados para discutir diversos temas de relevância, como etanol, fermentação de lignina e celulose, produção de biogás, biodiesel e produção de energia versus produção de alimentos.

Informações pelo telefone (19) 3429.4190 r. 214, com Elisabete. Inscrições pelo site www.inovacao.usp.br/uspconferencias/agroenergia .

Programação

21 de novembro (segunda-feira)

Agroenergia e Produção Vegetal

9h00 – Histórico, situação atual e perspectivas
Roberto Rodrigues (Fundação Getúlio Vargas)
9h30 – O programa brasileiro de agroenergia
Frederico Ozanan Machado Durães (Embrapa Sete Lagoas)
10h – Coffee break
10h30 – Agroenergia: principais gargalos da pesquisa na indústria
José Luiz Olivério – (Dedini).
11h – Etanol: novo ciclo de crescimento
Marcos Sawaya Jank (UNICA – União da Indústria de Cana de Açúcar)
11h30 – Debate
José Roberto Postali Parra (ESALQ/USP) – coordenador

12h – Almoço

14h – Estratégias para políticas públicas em bioetanol
Luís Augusto Barbosa Cortez (UNICAMP)
14h30 Cana de açúcar: fotossíntese e produtividade potencial
Marcos Buckeridge (USP/ São Paulo)
15h – Coffee break
15h30 Sorgo sacarino: alternativa de matéria prima para estender a safra de cana de açúcar
Marcilio Nogueira do Amaral Gurgel (Dedini)
16h – The Agro-Energy in the United States of America
Steve Kafka (University of California, Davis, EUA)
16h30 – Debate
Durval Dourado Neto (ESALQ/USP) – coordenador
17h – Enceramento

22 de novembro (terça-feira)

Agroenergia e Alimentos

8h30 – How and where can biofuels be beneficial to food security?
Gustavo Best (FAO)
9h30 – Coffee break

Mesa redonda: Agroenergy and Food Production
10h – Production of renewable energy versus food production
Samuel Ribeiro Giordano (USP/FIA)
10h30 – Agro-energy and Agro-materials: an emerging threat to world’s Fod Security?
Stéphane Guilbert (Agreenium)
11h – Global food security and sustainable agricultural development at a new crosroads: seking
sensible strategies and efective to promote fod security and viable biofuel production
Haris N. Lazarides (Department of Food Science and Technology Aristotle University of Thessaloniki, Grécia)
11h30 – Debate
Paulo José do Amaral Sobral (USP Pirassununga) – coordenador

12h – Almoço

Conferência
Advances in cellulosic and corn based on biofuels at the University of Illinois
14h – Jozef Kokini (University of Illinois)
15h – Coffee break

Mesa redonda: Advances in agroenergy technology

15h30 Biodiesel: recent advances and inovations in the sources of faty compounds, in catalysis and
procesing
Antonio José Meireles (UNICAMP)
16h – Mechanical pre-treatment of lignocelulosic biomas prior to hydrolysis and fermentations
Xavier Rouau (INRA, Montpellier)
16h30 – The importance of biogas for the sustainability
Diana Sousa (Universidade do Minho, Portugal)
17h – Debate
Severino Matias de Alencar (ESALQ/USP)
17h30 – Encerramento

23 de novembro (quarta-feira)

Resíduos Animais e Produção de Energia

9h – Energy production from animal waste
Thomas Amon (Universidade de Boku, Áustria)
9h30 – Use of animal waste for energy production
Flotats Xavier (Universidad Politécnica Cataluña)
10h – Coffe break
10h30 – Gerenciamento de resíduos animais para produção de energia
Airton Kunz (Embrapa Suínos e Aves)
11h – Aproveitamento dos resíduos do abate de animais para a produção de biocombustível, biomateriais para próteses e biogás
Manuel Fonseca Almeida (Universidade do Porto)
11h30 – Debate
Fernando Colen (UFMG) – coordenador
12h – Encerramento

print