imprimir

Na manhã da última sexta-feira, 08, a União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio) participou de reunião na Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que discutiu a revisão da resolução nº 7. Participaram do evento, representantes do segmento produtor de Biodiesel como distribuição e revenda, além da indústria automobilística e autopeças, universidades e centros de pesquisas e empresas associadas à Ubrabio.

De acordo com o diretor-executivo da Ubrabio, Sergio Beltrão, esse fórum de debates permitirá à ANP estabelecer um novo padrão de qualidade e dar oportunidade aos agentes econômicos envolvidos no assunto e ao setor acadêmico de contribuírem para a construção de um novo marco regulatório. “Será uma grande oportunidade para o Brasil reafirmar seu protagonismo no uso de energias renováveis principalmente quando se tem pela frente os principais eventos esportivos do planeta”, completa.

Antes mesmo da copa do mundo, o Brasil poderá duplicar com o B10 a mistura diesel/biodiesel hoje limitada a 5% e complementar a iniciativa do Conama de redução do enxofre do diesel nos próximos anos com a utilização em regiões metropolitanas de 20% de biodiesel (B20 metropolitano)

Nos próximos 15 dias, a Agência vai fundamentar as propostas com dados técnicos e da realidade de campo, custos, impactos e prazos envolvidos.