O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, foi homenageado, nesta terça-feira, 03/5, pela União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio) por sua contribuição ao desenvolvimento do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB). A homenagem foi realizada, em Brasília, durante a cerimônia que comemorou o aniversário de quatro anos da instituição.

 

Lobão destacou o papel desenvolvido pela Ubrabio nos últimos anos e classificou o setor de Biodiesel como uma das esferas “mais modernas, dinâmicas e promissoras da atividade econômica do país”. Para ele, a Ubrabio consegue agir como uma “interlocutora de elevado nível, contribuindo para o bom êxito da política governamental para o setor”.

 

Na ocasião, ele destacou algumas conquistas na área do Biodiesel, como antecipação do B5 (adição de 5% de biodiesel ao óleo diesel convencional) de 2013 para 2010. Para ele, os êxitos obtidos pelo PNPB e por outros projetos envolvendo o etanol também servem para mostrar como o Brasil se tornou produtor, em larga escala, de energia limpa e renovável.

 

O evento contou ainda com a presença do ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho, o presidente do Instituto Chico Mendes, Rômulo Melo, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/DF, Francisco Caputo Neto, o diretor da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP, Allan Kardec, além dos senadores Pedro Simon, Valdir Raupp, Luiz Henrique da Silveira, Marcelo Crivella e Casildo Maldaner e associados à Ubrabio.

print