imprimir

Brasil, Argentina e Colômbia são os únicos países latino-americanos a figurarem entre os principais produtores de etanol e biodiesel do mundo, segundo um estudo entregue nesta terça-feira pela Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal).

Segundo o organismo das Nações Unidas, os biocombustíveis podem ser elaborados com uma ampla gama de produtos agrícolas e florestais. Desde 2000, sua produção no mundo cresceu a um ritmo anual de 10%, totalizando 90,187 bilhões de litros em 2009. Desse total, 82% corresponde a etanol e 18% a biodiesel, especifica o documento regional sobre economia dos biocombustíveis.

Por Comunicação Social com Agência EFE.