imprimir

Ao longo de 2014 e 2015 a pesquisadora da Universidade de Brasilia e Universidade de Copenhagen Maria Amélia de Paula Dias desenvolveu pesquisas que subsidiara