A comissão especial mista criada para analisar a Medida Provisória (MP 647/14) que aumenta a mistura de biodiesel ao diesel comercializado no Brasil vai começar seus trabalhos na próxima semana, após a Copa do Mundo.

O relator do colegiado, deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP), mesmo antes de iniciar os trabalhos da comissão, já está ouvindo representantes do setor, como a União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio).

A presidente Dilma Rousseff assinou, dia 28 de junho, medida provisória determinando dois aumentos: um que começou a vigorar dia 1° de julho, passando de 5% para 6%, e um novo reajuste que vai acontecer em 1º de novembro deste ano, quando o percentual de biodiesel chegará a 7%.

Em entrevista ao Com a Palavra, Arnaldo Jardim lamentou o fato de o Brasil não aproveitar todo seu potencial bioenergético. Segundo ele, algumas emendas à medida provisória já propõem aumento superior e gradativo da mistura de biodiesel ao diesel comercializado no País, o que deverá ser estudado pelos integrantes da comissão.


print