A Bianchini abriu as portas de seu complexo industrial para os agricultores familiares conhecerem um pouco mais desta importante cadeia produtiva e como se dá o processamento das matérias-primas que eles produzem. O Dia de Fábrica ocorreu no dia 16 de janeiro, na unidade industrial da empresa, em Canoas/RS. Foi uma segunda edição do evento que contou com a participação de agricultores que firmaram parceria com a empresa no âmbito do Selo Combustível Social.

Na oportunidade, os agricultores familiares puderam conhecer melhor os padrões e formas de controle de qualidade da soja. Com isso, foi melhorado o entendimento de como as boas práticas agrícolas podem refletir na qualidade da soja e de seus derivados e como essa qualidade se relaciona com o preço pago ao agricultor.

Os agricultores fizeram uma visita guiada em todo o complexo industrial da Bianchini. Para tanto, foram orientados sobre procedimentos de segurança e receberam os equipamentos de proteção individual. Conheceram todas as etapas do processamento, desde a recepção do grão, o esmagamento, a produção de biodiesel o seu armazenamento, além de conhecerem os laboratórios de controle de qualidade. Os funcionários da empresa demonstraram cada etapa do processamento, facilitando o entendimento dos visitantes.

O Dia de Fábrica contou com a presença de cerca de 50 agricultores familiares parceiros da Bianchini, vindos dos municípios de São Francisco de Assis, Espumoso, Ijuí, Coronel Barros e São Luiz Gonzaga. Os técnicos de campo da empresa, os técnicos das empresas parceiras na assistência técnica, as representações sindicais municipais e a FETAG-RS também puderam conhecer as instalações industriais e participar desta integração empresa-agricultor-sindicato-técnico de campo.

O evento é parte das ações da Bianchini para o fortalecimento da agricultura familiar do Rio Grande do Sul, conforme critérios do Selo Combustível Social. A empresa obteve essa certificação do MDA em novembro de 2012. A Bianchini é uma empresa nacional de comercialização e esmagamento de grãos, que atua em diversas regiões do Rio Grande do Sul. Com 53 anos de experiência, um esmagamento médio anual de 1,5 milhão de toneladas de soja e marcante presença na comercialização de grãos no estado, a Bianchini entrou também no mercado de biodiesel no último ano. A sua unidade industrial situada em Canoas possui uma capacidade anual de produzir 324 milhões de litros de biodiesel, figurando-se entre as cinco maiores empresas brasileiras do setor.

A empresa possui contratos com cooperativas da agricultura familiar e com agricultores individuais e, nesta safra 2013/2014, deve envolver direta e indiretamente (por meio das cooperativas) quase 40.000 agricultores. Somente em 2013 a empresa já aportou cerca de R$ 150 milhões em aquisições da agricultura familiar. O Diretor Corporativo da empresa, Gustavo Bianchini, ressaltou que a empresa espera uma parceria de longo prazo com a agricultura familiar. Deseja que uma grande parte de seus parceiros possam ter a oportunidade de participar de um evento como este, pois considera que fortalece muito as relações e reforça o tratamento diferenciado que a empresa dedica à agricultura familiar.

O Sr. Nestor Bonfanti, tesoureiro da FETAG-RS, também ficou satisfeito com a integração. Afirmou que o evento realizado é louvável, pois é uma oportunidade do agricultor conhecer a indústria e possibilita aproximar as partes. “Isso gera maior confiança ao agricultor e aos dirigentes da empresa”, comentou. Além disso, segundo ele, permite que o agricultor entenda com mais profundidade a necessidade de conduzir bem a lavoura. Bonfanti ressaltou que a Fetag/RS e os dirigentes sindicais locais a ela vinculados são parceiros e “apoiam esse modelo de tratamento que a empresa tem dado à agricultura familiar”.

Os agricultores que estiveram presentes no Dia de Fábrica aprovaram a realização do evento. Como se tratavam de agricultores que firmaram a parceria com a empresa pela primeira vez, a expectativa é de que se sintam cada vez mais confiantes neste arranjo produtivo do Selo Combustível Social.

O momento foi muito importante para conhecer melhor o programa e integrar ainda mais o agricultor familiar a esta importante cadeia produtiva e à Bianchini. Dado o sucesso da iniciativa, a Bianchini pretende fazer novos ciclos de visitações, para dar oportunidade a todos os seus parceiros da agricultura familiar para conhecerem o processo industrial.


print