imprimir

AUTORES: Cárita Lorenza Santos Sousa (LAMES/UFG, caritagyn@hotmail.com), Nelson Roberto Antoniosi Filho (IQ/UFG, nelson@quimica.ufg.br)

RESUMO: Os recursos energéticos renováveis, em suas diversas formas, têm sido bastante estudados e são considerados componentes importantes na busca de uma economia energética sustentável. Dentre essas fontes renováveis, o biodiesel apresenta-se como uma alternativa viável, em virtude da extensão territorial do país, o que possibilita a produção de oleaginosas, sem prejudicar a de alimentos. O biodiesel é um combustível composto por ésteres alquílicos de ácidos graxos derivados de óleos ou gorduras, vegetais ou animais, tendo como principais vantagens à diminuição da emissão de poluentes no ar, ser renovável, e possibilitar a redução significativa das importações de diesel em países dependentes deste derivado, além de possuir propriedades físico-químicas muito semelhantes ao óleo diesel. Com isso o biodiesel vem sendo misturado ao óleo diesel em proporções autorizadas, tornando-se crucial o controle do teor de biodiesel na mistura. Assim, visando reduzir gastos nas análises de controle de qualidade do óleo diesel B, nota-se a necessidade de investigações que busquem o desenvolvimento de novas metodologias que propiciem resposta rápida, manejo simples e quantificação exata do teor de biodiesel em suas misturas com óleo diesel.

Trabalho Apresentado no 6° Congresso da Rede Brasileira de Tecnologia de Biodiesel e 9º Congresso Brasileiro de Plantas Oleaginosas, Óleos, Gorduras e Biodiesel.

Trabalho completo: Livro 2, p. 733