imprimir

A Câmara Setorial da Cadeia produtiva de Oleaginosas e Biodiesel apresentou esta semana a agenda estratégica de trabalho do grupo até 2015. O objetivo do documento é ordenar e sistematizar ações e metas estabelecidas pela comissão desde 2010, facilitando atuações conjuntas em assuntos de interesse comum e fortalecendo as câmaras como ferramentas de construção de políticas públicas e privadas para o agronegócio. A Ubrabio participou do encontro por meio de seu Presidente Executivo, Odacir Klein, e do Assessor Executivo, Luís Carlos Calil.
Entre as diretrizes formalizadas estão a elaboração de planos de desenvolvimento de cadeias de matérias-primas para produção de Biodiesel, como a canola, o girassol e o dendê, além da formulação de políticas de crédito, planos de assistência técnica integrada e a construção de um amplo banco de dados com as mais diversas informações estatísticas de produção, consumo, preços e comércio internacional.
Segundo o coordenador da Câmara, Denilson Ferreira, representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a agenda possui um caráter dinâmico e, por isso, pode ainda receber adequações e novas demandas.
O grupo se reuniu na manhã de ontem (26/05) na sede do Mapa e debateu ainda o mercado da soja, os avanços das pesquisas com o pinhão-manso pela Embrapa e seu monitoramento pela Conab.
Assessoria de Comunicação Social – Ubrabio