B7: Indústria e Tecnologia

B7: Indústria e Tecnologia

O avanço para B7 e a evolução gradativa para o B10 até 2018 são vetores da redução da ociosidade das unidades ativas, do retorno de operação das unidades paralisadas, além de novos investimentos para o aumento da capacidade, interiorização da indústria e, com isso, a redução das desigualdades regionais. A evolução das técnicas produtivas aliada à melhoria das condições logísticas na cadeia de produção contribui para a diminuição da “pegada de carbono” do biodiesel, tornando-o ainda mais competitivo no mercado interno e externo. A produção de biodiesel em grande escala demanda ainda profi ssionais especializados, gerando emprego e renda, além de investimentos em pesquisa e tecnologia.

Leia mais
'Com o B7, o Brasil deixará de importar cerca de 1,2 bilhão de litros de óleo diesel'
B7 foi consenso no Congresso Nacional
Brasil ganha B7


 

União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene - Ubrabio - Todos os direitos reservados

SCN Quadra 01 Bloco C - nº 85 - Sala 304, Edifício Brasília Trade Center - Brasília/DF

CEP.70711-902 - Telefone (61) 2104-4411 - E-mail: faleconosco@ubrabio.com.br

  • Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
  • Embrapa
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
  • Ministério de Minas e Energia
  • Casa Civil
Redes sociais
  • Facebook
  • Flickr
  • Linkedin
  • Twitter
  • YouTube
Moringa Digital Clique e conheça